Menu

Introdução

Definição

Os nódulos da mama na infância e adolescência são na sua maioria benignos e limitados no tempo.

O fibroadenoma surge como um nódulo de contornos regulares, móvel, indolor e consistência duro-elástica. A sua localização é mais frequente no quadrante supero externo da mama e habitualmente evolui para a estabilização ou diminuição das suas dimensões.

Quistos mamários – podem apresentar-se como nódulos únicos ou múltiplos, móveis e muitas vezes dolorosos.

Abcesso mamário - pouco comum, pode resultar de uma lesão subjacente (ectasia ductal, quisto sebáceo). Associada a dor, sinais inflamatórios, nodulo tenso, e por vezes corrimento mamilar, febre e adenopatia axilar.

Frequência

Os fibroadenomas constituem quase a totalidade dos casos, seguida pela doença fibroquistica. Menos frequente poderemos encontrar nódulos relacionados com ectasia ductal, abcesso mamário, tumor filoide e doença maligna.

Causa

O fibroadenoma é atualmente considerado não uma neoplasia, mas uma lesão hiperplasica. A doença fibroquistica ocorre habitualmente devido a alterações fisiológicas relacionadas com o funcionamento hormonal, metabolismo e stress na adolescência. Esta pode dar origem a nódulo assintomático ou evoluir com sintomas mais intensos (desconforto ou mastalgia) geralmente na fase pré-menstrual.

Sinais e sintomas

Os nódulos da mama na adolescência, nomeadamente os fibroadenomas são habitualmente assintomáticos.

Na presença de dor ou corrimento mamilar poderemos estar perante doença fibroquistica e se associada a sinais inflamatórios, febre e adenopatia axilar poderá tratar-se de abcesso mamário

O que fazer

Na presença de nódulo da mama, a adolescente deverá ser observada por um médico.

Tratamento

Os nódulos da mama na adolescência apresentam um baixo potencial de malignidade, pelo que se justifica, na ausência de fatores de risco, uma abordagem conservadora sendo a vigilância clinica, na maioria dos casos, a atitude mais correta.

A exérese cirúrgica está indicada no fibroadenoma gigante e no tumor filoide.

Evolução / Prognóstico

Fibroadenomas assintomáticos que mantem clinica e ecograficamente as mesmas características durante um período de dois anos não será necessário excisão, a menos que haja preocupação clinica superior. As alterações fibroquisticas, tipicamente têm resolução espontânea em semanas ou meses.

As informações da Pedipedia não substituem nem devem adiar a consulta pessoal com um profissional de saúde qualificado.

Mais informações.

Deseja sugerir alguma alteração para este artigo?
Existe algum tema que queira ver na Pedipedia?

Envie as suas sugestões

Newsletter

Receba notícias da Pedipedia no seu e-mail