Menu

Introdução

Definição

A taquipneia transitória do recém-nascido (TTRN) é uma patologia benigna e autolimitada que ocorre com mais frequência em recém-nascidos (RN) prematuros tardios.

Frequência

É a causa mais comum de dificuldade respiratória no recém-nascido e a sua incidência varia entre 4 a 11 casos por cada 1000 nados vivos.

Os fatores de risco incluem o parto por cesariana eletiva, a ausência de trabalho de parto, a prematuridade, o RN grande ou leve para a idade gestacional, a gravidez múltipla, as nulíparas, o sexo masculino, a asfixia perinatal, a mãe com asma ou diabetes e exposição a drogas ou fármacos.

Causa

A TTRN resulta da acumulação de líquido pulmonar por atraso na sua reabsorção.

Sinais e sintomas

Os sintomas surgem minutos a horas após o nascimento e geralmente desaparecem em 3 a 5 dias. Os RN apresentam taquipneia (respiração mais rápida), gemido, adejo nasal e retração costal. A cianose é pouco comum, mas quando está presente é geralmente ligeira e, por vezes, com necessidade de oxigénio.

O que fazer

A TTRN ocorre geralmente nas primeiras horas após o parto, encontrando-se o RN e os pais ainda na maternidade. Informe a enfermeira ou o pediatra em caso de dúvida.

Tratamento

O tratamento da TTRN é de suporte e inclui oxigénio, ventilação não invasiva ou invasiva nos casos mais graves. Alguns RN iniciam antibióticos até o diagnóstico de infeção ser excluído. A alimentação varia de acordo com a gravidade podendo ser necessário o uso de sonda gástrica ou líquidos endovenosos.

Evolução / Prognóstico

A TTRN é geralmente benigna e autolimitada e tem a duração de 2 a 5 dias. Nos casos complicados, que acontecem raramente, a evolução pode ser mais prolongada. Pode estar associada a asma no futuro.

Prevenção / Recomendações

A cesariana eletiva depois das 39 semanas diminui o risco de TTRN. Pode haver indicação para realização de maturação pulmonar com corticóides em casos de cesariana eletiva antes das 39 semanas.

As informações da Pedipedia não substituem nem devem adiar a consulta pessoal com um profissional de saúde qualificado.

Mais informações.

Deseja sugerir alguma alteração para este artigo?
Existe algum tema que queira ver na Pedipedia?

Envie as suas sugestões

Newsletter

Receba notícias da Pedipedia no seu e-mail