Menu

Introdução

Definição

Na maior parte dos países desenvolvidos, a tendência para a humanização na sala de partos inclui a presença do pai ou de familiar próximo escolhido pela mãe para a acompanhar durante o período de trabalho de parto e até no período expulsivo.

O parto constitui para o recém-nascido (RN), o momento da transição da vida intra-uterina (em que a nutrição e oxigenação do bebé se fazem através da placenta e cordão umbilical), para a vida extra-uterina em que o RN adquire autonomia respiratória e de todas as restantes funções vitais.

Frequência

Trata-se de um processo fisiológico que faz parte da evolução da espécie humana. Na grande maioria dos casos ocorre de forma espontânea e sem complicações. No entanto, em cerca de 6 a 10% dos casos, os RN necessitam de ajuda ao nascer (estimulação táctil, apoio ventilatório, etc.).  Apenas <1% necessita de reanimação avançada.

Os RN com Idade Gestacional <32 semanas requerem cuidados especiais.

O que fazer

A reanimação neonatal consiste num conjunto de ações que visam manter a ventilação e oxigenação ao nascimento com etapas de reavaliação a cada 30 minutos. Caso esta situação ocorra os pais e familiares podem assistir mas devem colaborar e não perturbar  o procedimento de reanimação neonatal.

Ajudar a ventilar o bebé
Índice de Apgar

O índice de Apgar é utilizado para avaliar a saúde global de um RN nos primeiros minutos de vida. Contudo, os pais devem ter em atenção que este índice não prediz a saúde futura da criança ou o seu desenvolvimento físico ou mental.

Esta é mais uma forma de os médicos utilizarem uma linguagem padronizada para comunicarem o estado do bebé imediatamente após o seu nascimento e tomarem decisões durante o processo de reanimação.

O índice de Apgar é atribuído ao 1º, ao 5º e ao 10º minuto após o parto.

Para efetuar este teste, o médico ou o enfermeiro da sala de partos atribui ao bebé 0, 1 ou 2 pontos por cada uma de cinco áreas:

  1. frequência cardíaca
  2. respiração
  3. resposta ao toque (vitalidade)
  4. tónus muscular
  5. cor da pele
Sinal 0 1 2
Frequência cardíaca Ausente Lenta (abaixo de 100 batimentos cardíacos) Maior que 100 batimentos cardíacos
Respiração Ausente Lenta, irregular Boa, chorando
Tónus muscular Flácido Alguma flexão nas extremidades Movimento ativo
Irritabilidade reflexa Sem resposta Careta Tosse, espirro ou choro
Cor Azul, pálido Corpo rosado, extremidades azuis Completamente rosado

Uma pontuação entre 7 e 10 é considerada normal e indica que o bebé tem boas condições físicas.

Os bebés com uma pontuação no índice de Apgar baixa (igual ou inferior a 6 no primeiro minuto) necessitam de assistência imediata no que respeita à respiração e à frequência cardíaca, uma vez que o bebé se está a ajustar mais lentamente à vida extra-uterina.

Apesar de muitas vezes associado, um índice de Apgar baixo não significa que o bebé irá ficar doente ou que irá apresentar problemas de saúde a longo prazo.

Prevenção / Recomendações

Consoante o resultado da reanimação neonatal, o RN poderá acompanhar a mãe, iniciar a amamentação de forma normal ou ter que ser internado na Unidade de Cuidados Neonatais para tratamento especializado.

As informações da Pedipedia não substituem nem devem adiar a consulta pessoal com um profissional de saúde qualificado.

Mais informações.

Deseja sugerir alguma alteração para este artigo?
Existe algum tema que queira ver na Pedipedia?

Envie as suas sugestões

Newsletter

Receba notícias da Pedipedia no seu e-mail