Menu

Introdução

Definição

A meningite no recém-nascido ou meningite neonatal é uma infecção das meninges (membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal), que ocorre nos primeiros 28 dias de vida.

Frequência

Estima-se que a meningite ocorra em 0,25 a 0,32 recém-nascidos por cada 1000 nados vivos.

Causa

É principalmente causada por bactérias, mas pode também ser provocada por vírus, fungos ou parasitas.

Se a meningite surge nos primeiros dias de vida é geralmente causada por bactérias presentes no canal de parto materno. Mais tarde, pode também ser causada por bactérias semelhantes às dos restantes bebés e crianças.

Sinais e sintomas

No recém-nascido, os sinais são difíceis de valorizar, havendo muitas vezes apenas a noção de que “o recém-nascido não está bem...”. O bebé pode estar menos activo, pode ter febre ou diminuição da temperatura, irritabilidade, convulsões, dificuldade na alimentação ou recusa alimentar, vómitos, respiração rápida ou paragens na respiração, sendo esta sintomatologia comum a muitas outras doenças do recém-nascido.

O que fazer

Se o seu bebé lhe parece “não estar bem” ou se tiver alguns dos sintomas referidos deve ser observado por um profissional de saúde.

Tratamento

A meningite requer internamento hospitalar e tratamento endovenoso.

Habitualmente, são realizados vários exames como análises ao sangue e uma punção lombar (que permite recolher o líquido que envolve as meninges, para análise).

Evolução / Prognóstico

Apesar dos progressos no tratamento antibiótico, a taxa de mortalidade associada a meningite neonatal é de cerca de 10%.

Entre os sobreviventes, 20-50% podem vir a ter sequelas, como surdez e alterações do desenvolvimento psicomotor.

Prevenção / Recomendações

A vigilância da gravidez e o acompanhamento médico / enfermagem durante o parto são importantes na prevenção da meningite neonatal precoce.

Nas meningites tardias, a medida preventiva mais importante é a lavagem das mãos, antes de se contactar com um recém-nascido.

É também muito importante evitar o contacto com pessoas doentes, ambientes fechados, com grande concentração de pessoas, já que a meningite é transmitida de pessoa a pessoa.

Outra medida é a vigilância regular de saúde e vacinação dos contactos próximos do recém-nascido.

As informações da Pedipedia não substituem nem devem adiar a consulta pessoal com um profissional de saúde qualificado.

Mais informações.

Deseja sugerir alguma alteração para este artigo?
Existe algum tema que queira ver na Pedipedia?

Envie as suas sugestões

Newsletter

Receba notícias da Pedipedia no seu e-mail