Menu

Introdução

Definição

A medição da pressão arterial deve ser efectuada a partir dos 3 anos na consulta de avaliação regular feita pelo seu profissional de saúde. Se os valores estiverem muito elevados em relação a outras crianças ou adolescentes da mesma idade e altura (por comparação com tabelas) devem ser repetidos. Se persistirem o seu filho pode ter hipertensão arterial e deve ser orientado para uma consulta médica de especialidade, para estudo e tratamento.

Causa

A hipertensão arterial pode ser causada por uma doença ou não ter causa definida.

Como nas crianças muitas vezes é um sintoma que se associa a doenças, o seu filho poderá ter de fazer algumas análises e exames para procurar uma dessas doenças.

Sinais e sintomas

Geralmente não causa sintomas.

O que fazer

Se for identificada uma doença como causa da hipertensão arterial, esta tem que ser tratada.

A pressão arterial elevada, independentemente da doença, tem também que ser tratada. Uma parte muito importante do tratamento é a mudança para hábitos de vida mais saudáveis:

  • reduzir o sal na comida
  • manter peso adequado à altura
  • beber água e evitar refrigerantes
  • praticar exercício físico de acordo com as capacidades
  • alimentação saudável
  • bons hábitos de sono
  • evitar tabaco e álcool

Pode também ser necessário começar tratamento com medicamentos, que deve cumprir diariamente.

Evolução / Prognóstico

Estes problemas começam na infância e transitam para a idade adulta, podendo levar a ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral na idade adulta jovem.

Prevenção / Recomendações

É muito importante manter valores normais de pressão arterial porque a hipertensão arterial pode levar a vários problemas graves no futuro causando doença em vários órgãos, como os rins, os olhos, as artérias e o coração.

As informações da Pedipedia não substituem nem devem adiar a consulta pessoal com um profissional de saúde qualificado.

Mais informações.

Deseja sugerir alguma alteração para este artigo?
Existe algum tema que queira ver na Pedipedia?

Envie as suas sugestões

Newsletter

Receba notícias da Pedipedia no seu e-mail