Menu

Introdução

Definição

O termo Chikungunya significa, na língua maconde, andar curvado.

A doença é causada pelo vírus CHIKV, da família alfavirus, que circula na África, Sul da Ásia, Médio Oriente, América do Sul e do Norte e Europa mediterrânica.

Foi descrita, pela primeira vez, em 1953, na Tanzânia.

Em 2007 foram registados os primeiros casos na Europa, no Sul da Itália.

Causa

O vírus é transmitido ao ser humano pelo mosquito Aedes aegyptis e, com menor frequência, a transmissão é feita pelo mosquito Aedes albopictus.

O período entre a picada do mosquito e a manifestação da doença varia entre 2 e 10 dias.

Sinais e sintomas

Febre alta, calafrios, forte dor nas articulações que leva o doente a andar curvado, dor de cabeça, dor muscular, inchaço das pálpebras, incapacidade de olhar a luz, vómitos e manchas, principalmente no tronco e, com menos frequência, nos membros.

Deve pensar-se na doença e procurar apoio médico quando um indivíduo que está ou esteve em região onde existe a doença endémica apresenta os sintomas e sinais acima descritos.

A febre de chikungunya pode ser confundida com as seguintes doenças:

  • Dengue
  • Hepatites A e B
  • Rubéola
  • Mononucleose infecciosa
  • Artrites de causas diversas

Tratamento

Não há tratamento específico

Administração de medicamentos para aliviar a dor e a febre.

Evolução / Prognóstico

A doença resolve-se, na maioria das vezes, espontaneamente, geralmente dentro de 5 a 7 dias.

Em cerca de 12% dos afectados as dores articulares podem continuar durante anos.

As complicações, raras, incluem:

  • hemorragia gastrointestinal grave
  • alterações neurológicas nos idosos e nos recém-nascidos
  • alterações cardíacas nos idosos

A morte geralmente só surge quando o infectado com o vírus Chikungunya sofre de outras doenças graves.

Prevenção / Recomendações

Proteger-se dos mosquitos, colocando nas camas redes mosquiteiras impregnadas com insecticidas adequados.

Usar vestuário (camisas de mangas compridas e calças) impregnado de insecticidas e repelentes nas roupas e nas partes do corpo não protegidas

Evitar, sempre que possível, permanecer ao ar livre durante o dia, altura em que geralmente os mosquitos transmissores do vírus chikungunya actuam.

O controlo dos mosquitos faz-se através da pulverização, intra, extra domiciliária e nos locais de trabalho com insecticidas adequados

Tratando os habituais viveiros dos mosquitos, nomeadamente as extensões de água paradas, os recipientes ao ar livre susceptíveis de acumular água e as plantas aquáticas que proporcionam desenvolvimento e abrigo dos mosquitos.

As informações da Pedipedia não substituem nem devem adiar a consulta pessoal com um profissional de saúde qualificado.

Mais informações.

Deseja sugerir alguma alteração para este artigo?
Existe algum tema que queira ver na Pedipedia?

Envie as suas sugestões

Newsletter

Receba notícias da Pedipedia no seu e-mail